fbpx

Resolução de conflitos: Saiba o que fazer

Pessoas querendo nos diminuir vamos encontrar em todos os lugares, porém não podemos admitir e por isso devemos bolar estratégias de resolução de conflitos.

O mercado de trabalho é bastante competitivo e pode ocasionar em alguns problemas abusivos que necessitam da resolução de conflitos. As vezes por educação, medo, ou por qualquer outro motivo, deixamos passar batido alguns comentários ou situações desagradáveis.

A cada dia que passa o mercado de trabalho muda um pouco, hoje em dia as pessoas estão aprendendo a se impor mais. Porém, algumas vezes não detectamos quando algum comentário que foi maldoso e provocativo.

Separamos alguns dos abusos mais comuns que acontecem na empresa onde o funcionário muitas vezes não consegue identificar e fazer uma estratégia de resolução de conflitos.

Problemas que requerem resolução de conflitos

Dentre dos acontecimentos mais comuns, temos:

Deixar o funcionário de escanteio

Se você sentir que as tarefas estão sendo distribuídas igualmente e você está ficando apenas com as tarefas simples ou desinteressantes, duvide. Muitas vezes isso ocorre para que você não apareça na empresa, e assim fique mais fácil te demitir.

Por isso recomendamos que se mostre interessado no trabalho, e solicite por novas tarefas e soluções sempre por escrito ou de forma que você possa comprovar que esta fazendo seus melhores esforços como trabalhador.

Receber tarefas com informações erradas

Muitas vezes isso ocorre para que o realizador das tarefas tenha um resultado insatisfatório, assim ficando com fama de um mal trabalhador.

Pergunte sobre as informação com mais de uma pessoa, se você achar que está sendo ensinado de forma errada. Nunca é um erro perguntar, não te fará mais burro nem pior trabalhador. 

Fofocas

Afetando a imagem de alguém dentro da empresa. A famosa fofoquinha que pode danificar a carreira do trabalhador.

Por isso caso seja alvo de alguma fofoca, busque sempre conversar com seu gerente, mas seja cauteloso, pois a forma com que você fala pode te prejudicar.

Seja sempre coerente, prove que as fofocas estão erradas e não demonstre nervosismo. Seja profissional e politico na hora da resolução de conflitos.

Leia também:  Satisfação Profissional: Descubra como encontrar a profissão perfeita

Brincadeiras de mal gosto ou desconfortáveis

Se alguma pessoa faz uma piada de mal gosto ou que te deixa desconfortável, identifique se esse tema é realmente de relevância. Quando isso é relacionado à sua crença, classe, cor, etnia, isso é preconceito e deve ser denunciado com seus supervisores e com devidas provas.

Preconceito é crime e a pessoa pode responder judicialmente por isso se necessário, porem, é importante que você tenha provas do abuso que sofre.

Caso seja algo menos complexo, você pode conversar diretamente com a pessoa, de forma politica, para aplicar a resolução de conflitos de forma mais amena.

resolução de conflitos : duas pessoas discutindo

Foto por Freepik

Entregar tarefas de última hora, próximo do seu horário de saída, ou para te forçar a trabalhar no final de semana

Caso seja algo urgente até dá para entender, mas algumas vezes é algo que ainda está no prazo ou supérfluo.

Caso esse abuso ocorra por parte do empregador, você deve guardar essas informações de forma escrita e levar-las ao Ministério do Trabalho mais próximo a sua residência para assim verificar qual a melhor forma de resolução de conflitos nesse aspecto.

Transferir o funcionário ou exclui-lo de grupos de trabalho

 Se o empregador transfere o funcionário com o intuito de isola-lo dos demais trabalhadores, o trabalhador deve entrar em contato com o Ministério de Trabalho mais próximo, solicitando quais são as melhores formas de resolução de conflitos no seu caso especifico. 

Isso pode ser visto como Bullying ou até mesmo preconceito, porem, lembre-se que você como trabalhador deve comprovar a denuncia que estará fazendo.

Tirar os instrumentos de trabalho do funcionário.

Caso seus instrumentos de trabalho sejam retirados durante seu expediente, converse com o Recursos Humanos para buscar uma resolução de conflitos sobre o porquê estão negando acesso as suas ferramentas.

Logo, se isso não for o suficiente, entre em contato com o Ministério de Trabalho.

Agressão verbal direta

Caso algum colega de trabalho ou superior te agrida verbalmente, você deve entrar em contato com o Recursos Humanos comprovando que isso foi realizado, com testemunhas ou não, eles devem te ajudar com informações sobre a resolução de conflitos nesse caso.

Leia também:  Demissão sem justa causa: 9 motivos a serem evitados

Agressão física

Se houver agressão física, vá a policia e abra um Boletim de Ocorrência contra quem o cometeu. Lembre-se de alertar o departamento de recursos humanos e também o Ministério de Trabalho sobre o ocorrido, eles te darão mais informações sobre a resolução de conflitos.

Abuso ou insinuações sexuais

Todos essas ações são abusivas para o funcionário e requerem uma resolução de conflitos, caso contrário o mesmo se sentirá desvalorizado, excluído e assim acarretando em seu sabotamento.

Você deve ficar de olho em situações que o atrapalhe a trabalhar. Ao reparar uma conduta que lhe trará um impacto negativo em seu trabalho você deverá tomar algumas providências.

Isso não precisa ser apenas com você, se você ver um colega sofrendo os maus tratos, denuncie!

 

Mentor Profissional resolucao de conflitos capa

 

Como aplicar a resolução de conflitos?

Ao perceber um situação que está acontecendo com você ou alguém, e não lhe agrada, você deve deixar claro o seu pensamento sobre isso. Mesmo que isso já aconteça a um tempo, ponha um ponto final.

Seja sempre educado e firme, apenas fale que aquilo o desagrada e que você não quer mais que aconteça. Se desejar, chame os agressores de canto e diga o que você está sentindo e que quer que pare.

Caso a situação continue, você deve juntar provas sobre o ocorrido. Procure por e-mails, testemunhas, se for algo muito grave, você pode optar até por tentar gravar ou algo do tipo.

Porém primeiramente opte por apenas conversar sobre o ocorrido e entrar em um consenso com o abusador.

Você pode optar também por ir atrás de alguém do Recursos Humanos. Empresas grandes hoje em dia tem uma área de RH para controlar o relacionamento saudável dentro da empresa.

É possível também fazer uma denuncia anônima, que é muito útil caso você esteja vendo um funcionário sofrendo algum abuso onde ele não consegue sair.

Você também pode optar por falar com o responsável da área, onde o mesmo pode tomar a melhor providência.

Caso não funcione você pode acionar o sindicato. E se por algum motivo isso continue se agravando, você deverá juntar provas e ir atrás de seus direitos.

O ambiente de trabalho deve ser o mais saudável possível, pois sabemos como é difícil trabalhar, muito mais em uma ambiente tóxico.

Não fique quieto e mostre que você não está ali por brincadeira, se imponha e mostre que ninguém tem o poder de te deixar desmotivado ou para baixo.

Para essa existe algumas regrinhas que se chamam resolução de conflitos, pois você resolve o conflito por de baixo dos panos e não de forma escancarada como os abusos.

 

Você também pode ser um abusador

Algumas vezes estamos tão confortável trabalhando em algum local, que acabamos nos empolgando.

Esse erro muito comum, pode levar você a fazer brincadeiras ou trazendo situações desconfortante a outros funcionários menos a vontade.

Se possível, sempre tire um pouco de seu tempo para conversar com os funcionários e questiona-los sobre o que ele acha da empresa, se ele se sente bem ou não.

No caso de alguém te chamar de canto para lhe falar sobre alguma conduta sua que o desagrade, você deve ter total ciência que você também pode ser um abusador.

Muitas vezes os abusadores não fazem o que faz por mal, mas eles podem aplicar um desconforto a uma pessoa.

Ser um bom profissional, é saber que você também pode errar e ser um abusador, tendo isso em mente, você irá melhorar a sua postura e rever as suas ações dentro da empresa.

Com isso todos tomarão muito cuidado com o que estão fazendo dentro da empresa, e farão de tudo para trazer um ambiente saudável e produtivo.

Lembre-se sempre, trate o outro como você gastaria de ser tratado, com respeito, educação e respeitando os seus limites, pois isso pode afetar o seu desenvolvimento no trabalho e ainda o do abusador inconsciente.