Controle Financeiro: 12 dicas para gerenciar melhor sua renda

Ter controle financeiro é algo que requer disciplina. Porém quando alcançado o equilíbrio do seu dinheiro pode te trazer muitos benefícios a longo prazo.

Pensando nisso separamos 12 dicas para você ter melhor um controle de gastos, e poder aproveitar melhor o seu dinheiro.

É muito importante que você tenha uma boa gestão de renda, Para que assim você possa evitar se endividar. Com planejamento, o seu dinheiro vai alcançar resultados satisfatórios e sua renda aumentará.

1 – Não tenha dívidas

Essa é a regra fundamental para quem almeja começar a controlar suas finanças. As dívidas irão abocanhar seu dinheiro, te levando a um gasto excessivo.

Mas se você já possui dívidas, o primeiro passo do seu controle financeiro é quitar essas dívidas. Caso a dívida esteja maior que seu orçamento, tente renegociar a dívida. Mas atenção, fuja das cobranças indevidas de juros!

2 – Qual sua renda?

O principal erro das pessoas é não saber quanto recebe. Quanto sobra do seu salário depois dos descontos na folha de pagamento?

Você possui alguma fonte de renda extra? Se você é autônomo também precisa ter um controle financeiro de quanto recebe em média.

3 – Qual seu Custo de vida?

É de extrema importância que você anote tudo em sua planilha de gastos. Só assim você vai ter ideia do quanto está gastando. E assim identificar seus principais gastos.

Somente após identificar seu custo de vida você vai ter noção se ele é compatível ou não com sua renda atual.

4 – Corte gastos desnecessários

Depois que você fizer sua gestão de renda, veja quais são o gastos desnecessários que podem ser eliminados. Uma dica é classificar seus gastos “essenciais” e “supérfluos“.

Esse controle de finanças te permite identificar e saber quais gastos você pode eliminar.

5 – Organize suas despesas por categoria

Essa tarefa te  ajuda a definir melhor o que é ou não essencial. Procure dividir mais menos assim:

  • Compras e alimentação
  • Comunicação (Tv, Telefone e Internet)
  • Saúde (Farmácia e Convênio)
  • Moradia (aluguel, Água e Luz)
  • Transporte
  • Impostos
  • Lazer e Viagens

Além disso, uma gestão de renda dividida por categorias fica mais fácil puxar relatórios e gráficos do seus gastos.

mentor profissional infográfico de controle financeiro separado por categorias

6 – Procure economizar

Antes de gastar dinheiro, pense se essa é realmente a melhor opção disponível no momento. Não há uma regra específica a seguir. Por exemplo:

“João Pedro toma café na padaria todos os dias antes de ir para o trabalho e gasta em média R$ 10,00. No final do mês João gastou entre R$200,00 a R$250,00 em café. Quanto de economia Ele teria se tomasse café da manhã  em casa?”

7 – Pesquise antes de Comprar

O consumidor compulsivo geralmente acaba pagando mais caro, tenha isso sempre em mente.Nós temos o hábito de comprar algo sem pesquisar melhores preços.

Muitas empresas vendem os mesmo produtos que outras empresas por um preço mais baixo. Portanto opte por sempre pesquisar menores preços. Sites como Buscapé.com ou Google são ideais para você pesquisar o melhor preço.

Além disso, o ReclameAqui.com pode te ajudar a saber se o site onde você deseja efetuar a compra é confiável. Um bom controle financeiro também é economizar antes de fazer a compra.

8 – Cuidado com Golpes e Fraudes

Prevenir golpes ou fraudes também faz parte de bom controle financeiro. Evite comprar em sites duvidosos, e use cartão de crédito digital para fazer suas compras online. tornando assim, suas compras mais seguras

9 – Controle seus gastos

O mesmo princípio de comer fora toda semana, compras de $7, $11, $9 reais, podem, a longo prazo, trazer rombos no seu controle financeiro .

No final do mês o acumulo com esses gastos podem chegar a um valor bastante considerável. Na realidade a maioria dos rolos que nos metemos em dívidas, acontecem por conta desses pequenos gastos.

Eles vão se acumulando no controle financeiro e viram uma grande dívida. Controlar o seu dinheiro irá te dar um retorno muito bom. Tendo pontuado cada gasto e como gastar, você dificilmente ficará endividado ou com problemas inesperados. 

10  – Invista suas economias

Investir suas economias é sem dúvida o auge de uma boa gestão financeira. Quando seu dinheiro é aplicado ele rende muito mais do que apenas guardá-lo na poupança.

Existem 2 tipos de investimentos:

Investimento de renda Fixa

Investimento de renda fixa são são opções mais conservadoras de investir seu dinheiro com risco baixo, os mais populares são:

  • tesouro direto
  • CDB (Certificado de depósito Bancário)
  • LCI ou LCA (Letras de crédito)
  • LC (letras de câmbio)
  • Fundos de renda fixa.

Investimentos de renda variável

  • COE (Certificado de Operações Estruturadas)
  • Fundo Multimercado (mescla renda fixa e renda variável)
  • Fundo Imobiliário (destinado a empreendimento imobiliários)
  • Fundo de Ações (objetivo de seguir índices como o Ibovespa)
  • Mercado de Ações (compra e venda de papéis ou lucro com dividendos)
  • Mercado de Opções (índice ou dólar)

11 – Tenha uma fonte de renda extra

Muitas pessoas tem hobbies ou bicos que fazem ali ou aqui. Essa prática pode ser bastante benéfica para seu controle financeiro.

Por exemplo, um contador recebe por mês em torno de R$ 4.000,00 mensais. Declarar o imposto de renda para seus amigos e familiares pode te ajudar a conseguir uma renda extra todos os anos.

Pode não parecer muito, mas esse valor poderá ser bastante útil futuramente.

12 – Aplicativos de controle de finanças

Com aplicativos de controle financeiro fica mais fácil controlar seu dinheiro caso você não consiga usar uma planilha de gastos.  Hoje em dia há diversos Apps disponíveis, você só precisa encontrar um que te agrade mais.

 

Add Comment