fbpx

Reforma trabalhista: Mudança de Horas Extras

O Congresso está decidindo em diminuir em 30% do valor da hora extra para quem fizer até 8 horas trabalhadas. Contudo o valor subirá para 57,5% para quem fizer mais de 8 na nova mudança de horas extras.

Links Patrocinados

A mudança de horas extras vem junto com as reforma da MP1045, e tem como foco as jornadas profissionais diferenciadas. Sendo assim, o valor da hora que antes era de 20% agora passa para 57.5% para quem fizer mais de 8 horas de trabalho, com base no valor do salário normal por hora trabalhada.

Sendo assim, profissionais que trabalhem 6 horas diárias, teria um aumento de 50% caso completasse a 7 e 8 hora como hora extra. Agora, no caso dos profissionais que trabalhem 8 horas diárias, teriam um aumento de 57.5% caso trabalhem a 9 e 10 hora extra.

Contudo a regra só estará em vigor durante o momento de pandemia, e poderá ou não continuar a ser seguido depois.

 

Links Patrocinados

Como era?

Para os trabalhadores que trabalham 6 horas diárias e com um média salarial por hora de R$10 tinham o direito de receber um adicional de 50% em cima do valor. Assim recebendo R$15 por hora extra realizada.

Sendo assim, ao fazer 3 horas ou mais por mês ele receberia um adicional de R$45.

 

Como será depois da mudança de horas extras?

Agora com a nova mudança de horas extras o valor cai para 20%, se levarmos em consideração alguém que recebe R$10 por hora receberá R$12 por hora extra.

Veja também:  Lives Firjan Senai gratuitas: Introdução a profissão

Contudo, se o trabalhador fizer mais de 8 horas diárias ele receberá um adicional de R$15,75.

 

Quais as profissões que entram nessa regra?

  • Advogados.
  • Aeronautas.
  • Aeroviários.
  • Bancários.
  • Dentista.
  • Engenheiros.
  • Fisioterapeuta e terapeuta.
  • Jornalista.
  • Jornalista.
  • Médicos.
  • Músicos profissionais.
  • Operadores cinematográficos.
  • Radialistas.
  • Secretários
  • Telemarketing.

São os profissionais com carga diária reduzida de 6 horas diárias e 36 semanais.

Contudo a mudança de horas extras ainda está sendo debatida e poderá ser barrada pela a justiça.

Mentor Profissional Mudança de Horas Extras corpo
foto criado por cookie_studio

 

Conclusão

A regra vem para compensar os trabalhadores contratados com hora diária de 8 horas e não mais tão válida para os trabalhadores que realizem sua atividade por 6 horas diárias.

Links Patrocinados

Isso porque os trabalhadores de 6 horas diárias só receberão um proporcional de 20% de sua renda por hora extra, enquanto os de 8 horas receberão 57.5%.

O intuito é diminuir os custos de profissionais com jornada de trabalho reduzida, e aumentando o número de empregabilidade desse tipo de funcionário.

Além disso a mudança de horas extras vem como um reparador, deixando justa o valor da entre trabalhadores de jornada reduzida (6 horas) para os de 8 horas.

O termo é chamado de jornada complementar facultativa, onde ao completar 8 horas de trabalho o adicional de hora extra será de 20%, enquanto ao exceder as 8 horas diárias, esse valor subirá para 50%.

Agora, ao chegar a 10 horas diárias de trabalho o valor aumenta para 57,5%, como um benefício pela hora complementar trabalhada e contribuição social.

Links Patrocinados
Veja também:  Lei de primeiro emprego: Senado aprova projeto de Bruno Covas

Enquanto isso não perca tempo e se inscreva em nossas redes sociais pelo Instagram, Facebook e também pelo Twitter. Além disso fique por dentro de todas as nossas notícias sobre o mercado de trabalho e suas novidades.